Auriculoterapia


CONCEITO

Auriculoterapia é uma técnica de acupuntura, provavelmente um dos mais antigos métodos terapêuticos já sendo aplicada na China 3.000 anos antes de Cristo, onde utiliza pontos de acupuntura localizados no pavilhão da orelha (cerca de 200). Atuando em alguns destes pontos é possível, dependendo da necessidade, promover associação com outros pontos de acupuntura localizados em outras partes do corpo. É uma técnica em que se usa o pavilhão auricular para efetuar estímulos aproveitando o reflexo que a aurícula exerce sobre o Sistema Nervoso Central. A Auriculoterapia estimula pontos, situados na orelha, que correspondem a todos os órgãos e funções do corpo. Ao se efetuar a estimulação desses pontos, o cérebro recebe um impulso que desencadeia uma série de fenômenos físicos, relacionados com a área do corpo, produzindo equilíbrio.




FISIOLOGIA

A eficácia comprovada é devida não somente à relação desse tratamento com a Fisiologia Energética, mas também pelo fato da área auricular ser muito rica em nervos e ter muitas ligações com o sistema nervoso central.

Como as demais massagens Sensibilizantes, também faz uso de terminais nervosos, agora auriculares, sensibilizando-os por dor, tato, calor, frio ou pressão para que o SNC, desencadeie uma "Manutenção Preventiva" na área representada pelo ponto sensibilizado.

É importante que o estudioso das técnicas de Massagem Sensibilizante se de conta que os estímulos são feitos em Terminais "Nervosos" - TN sensíveis a "dor, tato, calor, frio e pressão" e não em terminais "Energéticos" - TE. É por isso que nas técnicas de Massagem Sensibilizante não existe a preocupação com "sedar" ou "tonificar". Em "Auriculoterapia", como as regiões a serem massageadas são muito pequenas, o chinês usava, e ainda usa, sementinhas, destinadas ao alimento de pássaros (Colza), sobre os pontos a serem sensibilizados provocando "dor" quando pressionadas. Alguns usam agulhas na Auriculoterapia. Não se trata de Acupuntura em Pontos Energéticos - TE e sim de se provocar "dor" em Terminais Nervosos - TN de áreas representativas de órgãos do corpo. Os que entendem isso não se preocuparão com o uso de esferas de "prata, ouro, aço ou mesmo de cristais"

O Dr. P.M.F. Nogier correlacionou o pavilhão auricular à figura de um feto. Para que isso seja percebido basta olhar a imagem de sua própria orelha refletida no espelho ou então para a orelha de outra pessoa. Você irá reparar que o lóbulo da parte de baixo da orelha tem o formato de um feto e o formato da parte superior do pavilhão auricular assemelha-se aos pés e aos braços de um ser humano em posição fetal. Por esse motivo, cada parte do corpo tem uma área correspondente na orelha. Essa correlação é percebida, por exemplo, quando tocamos uma determinada região da orelha de uma pessoa que sofre de algum distúrbio fisiológico ou energético: essa pessoa sentirá incômodo no momento do toque.


Cada orelha tem pontos de reflexo que correspondem aos órgãos e funções do corpo. Todos os órgãos e vísceras têm seu lugar próprio no pavilhão auricular.
                                                                        
INDICAÇÃO

Cada organismo reage de uma forma ao estimulo, cada pessoa é um universo único. O principal objetivo deste tratamento é promover o equilíbrio do cliente, e assim o seu bem estar.

A terapia visa estimular os pontos reflexos que tenham a propriedade de restabelecer o equilíbrio alcançando resultados terapêuticos.

A Auriculoterapia é especialmente indicada quando se necessita que o paciente leve o tratamento para casa. Esta técnica possibilita também a desintoxicação causadas por drogas, álcool e nicotina. No Tabagismo os pontos deverão ser pressionados, por 30 segundos cada, ao acordar, após as refeições ao deitar e toda vez que sentir-se "nervoso".

No tratamento do Stress os pontos deverão ser pressionados toda vez que o paciente sentir-se "nervoso" ou "angustiado".

Paralelamente aos tratamentos médicos tradicionais (alopáticos) podemos recorrer ao tratamento diferenciado de Auriculoterapia, para diversos distúrbios, dos quais citamos apenas alguns como exemplo:

> Diabetes
> Distúrbios Endócrinos
> Labirintite
> Tendinite
> Stress
> Obesidade
> TPM

MÉTODO

Detectando desequilíbrios

Os assim chamados "pontos de acupuntura" possuem baixa resistência elétrica, o que possibilita aparelhagens específicas, capazes de injetar uma corrente elétrica sutil, obterem a sua localização exata. Aí é que reside a grande vantagem da Auriculoterapia sobre a Acupuntura convencional: nesta última, os pontos serão localizados, quer sirvam para tratamento ou não; já no caso da orelha, só existirão pontos se eles estiverem desequilibrados, ou seja, com o correto uso de aparelhagem, ela própria acaba por realizar a avaliação de quais os desequilíbrios existentes.

Outros modos de detectar-se os desequilíbrios: procure na orelha regiões descamadas, feridas ou com espinha, pois isto não ocorre por acaso. Observe os Mapas Auriculares e verá que suas localizações correspondem às partes corpóreas afetadas. Mais uma dica: quando houver dor no físico, igualmente haverá na região auricular correspondente. Portanto, basta palpar o pavilhão auricular com o dedo ou com um bastonete que, onde doer significa que igual sensação está ocorrendo na zona do corpo que lhe é reflexa.

CONTRA-INDICAÇÃO

Essa técnica não apresenta efeitos colaterais, como também não interfere nos fármacos, que o cliente possa estar usando.
   
Trabalho realizado por: Deise - Evandro - Elton - Gilvan - Wagner